Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Central de Inteligência

de Rawson Marchall Thurber

mau

Confesso que por momentos cheguei a achar que isto poderia ter potencial para ser minimamente engraçado. Dwayne Johnson é actualmente uma das maiores estrelas de Hollywood e anda por todo o lado. Kevin Hart é um tipo engraçado que usa a seu favor a sua baixa estatura física. A verdade é que os dois até são capazes de manter uma boa química, mas o argumento para além de sofrer de falta de originalidade, não se destaca de mais um mero buddy cop movie sem interesse algum.

 

Dois colegas da escola secundária, Robbie Weirdicht – que agora dá pelo nome de Bob Stone – (Dwayne Johnson) e Calvin Joyner (Kevin Hart) reencontram-se passado 20 anos. Bob nunca esqueceu Calvin, depois deste o ter ajudado, durante um episódio embaraçoso em frente toda a escola. Enquanto Bob sofria debullying, Calvin era o miúdo mais popular, o que teria um futuro brilhante à sua frente, mas com o passar do anos todos os seus sonhos foram ficando para atrás e para além de se sentir insatisfeito profissionalmente, também tem problemas no casamento. O reaparecimento de Bob vem agitar a sua vida, quando este descobre que o antigo colega não só mudou radicalmente a sua aparência, como é um agente da CIA com gostos bastante peculiares. Rapidamente Calvin vê-se envolvido no meio de uma investigação secreta ao mesmo tempo que se aproxima a festa de celebração dos 20 anos de secundário, à qual Calvin se recusa a ir, mas Bob está mais que entusiasmado.

 

O conceito gasto, constantemente explorado anteriormente não abona a seu favor. Apesar de algumas cenas de acção satisfatórias e da forte mensagem contra o bullying e a violência nas escolas, tudo o resto deixa uma forte insatisfação, especialmente quando o objectivo é fazer rir, e poucas vezes isso acontece. Tendo em conta o anterior percurso de Kevin Hart, este desaponta imenso quando parece ter dificuldade em conseguir fazer as suas piadas fluir naturalmente, enquanto Dwayne Johnson estranhamente, acaba muita vezes por ter mais graça do que ele. Hart e Johnsonfazem de facto uma boa dupla, lembrando por vezes Schwarzenegger e Devito, fisicamente falando! Mas duvido, que ao fim de algum tempo, muita gente consiga manter sequer esta dupla clara nas suas memórias.

 

A verdade é que Central de Inteligência acaba por sofrer do síndrome “arruinado pelo trailer“, pois tudo o que de melhor havia nele, foi estupidamente desperdiçado no trailer e o mais triste é que as cenas pós-créditos conseguem ser até mais engraçadas do que os supostos momentos “engraçados” do filme.

Resumo da crítica

Summary

O conceito gasto, constantemente explorado anteriormente não abona a seu favor. Apesar de algumas cenas de acção satisfatórias e da forte mensagem contra o bullying e a violência nas escolas, tudo o resto deixa uma forte insatisfação, especialmente quando o objectivo é fazer rir, e poucas vezes isso acontece.

Classificação

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
2 10 mau

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *