Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Trumbo

de Jay Roach

bom

Existem sempre histórias interessantes por explorar sobre a indústria cinematográfica de Hollywood. Uma delas, quem foi e o que de importante fez o argumentista Dalton Trumbo. Focado na América dos anos 40 e 50, Trumbo é o biopic sobre o talento de um homem, sacrificado não só pela própria indústria como pelos colegas. É pena que saiba a pouco, acabando por se tornar num filme que se recusa a arriscar.

Dalton Trumbo (Bryan Cranston) conhecido argumentista de Hollywood, vê a sua carreira a ir por água abaixo, quando a sua militância no Partido Comunista do EUA começa a interferir no seu trabalho e nas relações com outras figuras anti-soviéticas da época. Quando é intimado a depor, acusado de propaganda escondida nos filmes que escreve, Trumbo recusa-se a responder as questões do Supremo Tribunal e é condenado à prisão, passando a constar o seu nome da black list de Hollywood, lista criada para negar trabalho a profissionais do entretenimento. Consequência que se reflectiu em grande escala também na sua vida privada, abalando a mulher Cleo (Diane Lane) e os seus três filhos, sobretudo a mais velha Nikola (Elle Faning). Humilhado, mas cheio de vontade de trabalhar, Trumbo mantêm-se fiel aos seus princípios. A reintegração na vida pessoal e profissional não vai ser fácil, mas a vontade de voltar a trabalhar no que mais gosta será aquilo que o vai mover para o continuar a fazer de que maneira for.

A performance de Bryan Cranston é sem dúvida merecedora de destaque. Nomeado este ano para o Oscar de Melhor Actor Principal, Cranston cativa com uma excelente performance cheia de maneirismos e charme, da qual constatamos estar bastante precisa, assim que vemos vídeos do verdadeiro Dalton Trumbo. Helen MirrenDiane LaneLouis C. K.Michael StuhlbargElle Fanning e John Goodman também fazem parte do elenco, com boas performances mas com pouco tempo de ecrã para lhes poder dar mais profundidade, sofrendo todas elas de fraco desenvolvimento. A época que retrata merecia uma abordagem mais gloriosa e profunda, o que acaba por prejudicar a experiência final. Os momentos repetitivos tornam-se uma constante e muitas situações mereciam um diferente destaque.

Sem dúvida, que vale a pena pelo interesse que a história tem em si, assim como pelas performances do elenco. Apesar de passarmos um bocado agradável, resultaria muito melhor se fosse desenvolvido como mini-serie do que como filme.

Review overview

Summary

A época que retrata merecia uma abordagem mais gloriosa e profunda, o que acaba por prejudicar a experiência final.

Ratings in depth

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
3 10 bom

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *