Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Snowden

de Oliver Stone

bom

Para além do seu reconhecido trabalho em Hollywood, Oliver Stone é bem conhecido pelas suas visões politicas. Snowden seria algo para se esperar com bastante curiosidade, visto tratar-se de um caso de controverso na politica norte americana, que continua a levantar questões no que toca ao quanto a privacidade é preservada.

 

Aqui seguimos os acontecimentos e motivações que levaram Edward Snowden (Joseph Gordon-Levitt), um analista americano especializado em computadores a querer alistar-se no exército, vindo mais tarde a ser contratado pela CIA (Agência de Inteligência Central) e depois mais tarde pela NSA (Agência de Segurança Nacional) a serviço da empresa tecnológica Dell. Cada um desses momentos mais marcantes, são intercalados com as horas antes do escândalo ser divulgado, quando Snowden resolve revelar informação classificada sobre os programas de vigilância global dos EUA a um grupo de jornalistas do The Guardian (interpretados por Melissa LeoZachary Quinto e Tom Wilkinson), o que posteriormente levou ao seu asilo na Rússia onde permanece até hoje, acusado de traição e crimes de estado. Mas o que é afinal Snowden, um herói ou um traidor?

Joseph Gordon-Levitt mais uma vez dá tudo de si, numa transformação perfeita a nível físico e até vocal, aproximando-se muito da figura real de Snowden, e impressiona qualquer um. Mas não é culpa sua, quando esta figura não é explorada devidamente. Sabemos alguns pormenores da vida de Snowden, mas nunca o suficiente, enquanto vamos sendo constantemente bombardeados com os detalhes da vida sentimental de Snowden e da sua namorada Lindsay (Shailene Woodley). Com alguns problemas de ritmo e momentos desnecessários e repetitivos para tentar levar avante a ideia da pessoa humana com princípios, esses são na sua maioria longos demais, mostrando constantemente momentos da relação amorosa do casal que pretendem enfatizar essa ideia de forma a criar maior ligação com o publico, cenas essas que poderiam reduzir a sua duração, mantendo apenas o necessário e interessante no que toca ao tema em questão. No geral, é a ineficiência da escrita faz tudo o resto cair por terra. Mais equilíbrio e menos atenção ao desnecessário tornariam o filme menos desapontante.

Snowden é um filme minimamente sólido, com um tema intrigante que volta a marcar o tema da privacidade que nos faz questionar imensos aspectos, mas não é suficientemente marcante para ser relembrado com grandiosidade.

Resumo da crítica

Summary

Classificação

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
3 10 bom

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *