Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

[MOTELX 2020] Hunted

de Vincent Paronnaud

muito bom

Vincent Paronnaud enquadra uma história de vingança feminina numa perspectiva mitológica própria de um conto de fadas.

 

Vincent Paronnaud é um artista com origem na banda desenhada mais conhecido pela colaboração com Marjane Satrapi de 2007 Persépolis (Persepolis), parceria que se repetiria quatro anos depois com o mais discreto Galinha com Ameixas (Poulet aux prunes). O multi-facetado autor estreia-se agora na realização de longas-metragens com Hunted, que apesar de falado em inglês, é uma co-produção entre Bélgica e França que tinha como título original o muito mais interessante Cosmogonie (cosmogonia é a especulação sobre a origem e formação do mundo que se encontra em muitos mitos religiosos e na filosofia dos pré-socráticos).

A sinopse avançada pelo MOTELX é a seguinte: «Eve conhece um homem aparentemente charmoso num bar. No entanto, tudo começa a correr terrivelmente mal quando que ela percebe que se cruzou com um psicopata e o seu cúmplice. Inicia-se uma perseguição mortal até que Eve decide enfrentar os seus “caçadores”. Mas não está sozinha; a floresta será a sua aliada.» Hunted aparenta ser mais uma simples história de vingança, no entanto não é meramente mais uma fantasia escapista de retribuição feminina. Paronnaud, através de um prólogo onde tira proveito da sua formação na animação, enquadra o calvário de Eve precisamente numa perspectiva mitológica própria de um conto de fadas. A simbologia não é discreta: o seu casaco com capuz encarnado remete imediatamente para O Capuchinho Vermelho, fábula publicada originalmente por Charles Perrault, mais tarde celebrizada pelos Irmãos Grimm, em que uma jovem e inocente menina é acossada e literalmente comida por um lobo. Muito embora neste caso, o lobo, tal como a restante natureza, apareçam como os salvadores, sendo os “lobo maus” os homens em pesada representação do patriarcado, do chauvinismo e do machismo.

Simbolismos à parte, Paronnaud constrói de forma eficaz cenas pejadas de tensão, ocasionalmente pontuadas por momentos de  perturbadora e catártica violência, mesmo quando se aventura pelo território do realismo mágico, e pisca o olho à pura fábula. Na recta final, talvez se pedisse um argumento mais ágil, mas o que se perde em objectividade, ganha-se em sentido estético e onírico, numa inevitável e inescapável descida aos infernos alimentada pelo assoberbante sentimento de vingança que atropela qualquer sentido de justiça.

Review overview

Summary

Hunted contém cenas pejadas de tensão, ocasionalmente pontuadas por momentos de perturbadora e catártica violência.

Ratings in depth

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
3.5 10 muito bom

Comentários

Written by António Araújo

António Araújo

Cinéfilo, mascara-se de escritor nas horas vagas, para se revelar em noites de lua cheia como apaixonado podcaster.

363 posts