Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

[MOTELX 2019] Resumo do 6º dia

Ao 6º e último dia do Festival, e com muitos filmes vistos nos últimos dias, um programa mais calmo: houve oportunidade de rever Alien, o 8º Passageiro, desta vez no grande-ecrã e em 4K, e descontrair com uma comédia hilariante: Extra Ordinary.

Alien, o 8° Passageiro (Alien, Ridley Scott, 1978)

Esta exibição em 4K foi uma oportunidade única para ver o clássico maior de terror ambientado de ficção científica no grande-ecrã. Se alguns efeitos não beneficiam da passagem do tempo e da alta-resolução, o impacto não se perdeu e ainda se puderam ver muitos saltos da cadeira 40 anos depois.

Extra Ordinary (Mike Ahern e Enda Loughman, 2019)

Hilariante comédia sobrenatural irlandesa que junta os talentos da humorista Maeve Higgins a nomes como Barry Ward ou o norte-americano Will Forte para criarem uma narrativa em que o extraordinário é encarado com normalidade e a invocação de Satanás por um músico “one-hit-wonder” em busca de glórias passadas vai unir duas almas solitárias: uma instrutora de condução com um passado na área do paranormal e um homem achincalhado pelo espírito da mulher morta da mesma forma que o era quando em vida. Uma das sensações do festival com visível reação entusiasmada da parte do público.

Folk Horror and New Folk Horror: A Conversation with Ari Aster

Houve ainda oportunidade para assistir a Folk Horror and New Folk Horror, uma conversa de Ari Aster com Howard David Ingham, do Miskatonic Institute of Horror Studies. Porém, o que mais se retirou deste evento, foi que Ari Aster é um homem de poucas palavras, muito mais expressivo através dos seus filmes do que num palco em frente a um público.

Menção ainda para as curtas-metragens portuguesas em competição Feliz-Natal, Sr. Monstro, de João Pais da Silva e André Rodrigues, e Exulansis, de Jorge Santos.

Encontram a programação completa do Festival em https://www.motelx.org.

Comentários

Written by António Araújo

António Araújo

Cinéfilo, mascara-se de escritor nas horas vagas, para se revelar em noites de lua cheia como apaixonado podcaster.

294 posts