Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

O Livro da Selva

de John Favreau

perfeito

Como é bom ser surpreendida! A moda dos live-action de clássicos da Disney chegaram para ficar, e O Livro da Selva seria provavelmente aquele que mais me intrigava. O trailer sai, e a reacção não é a mais positiva. A verdade é que excede as expectativas, transformando-se afinal numa adorável adaptação que proporciona uma calorosa experiência nostálgica.

 

Baseado no livro de Rudyard Kipling, adaptado ao cinema pela Walt Disney Animation Studios a primeira vez em 1967, o menino lobo chega mais uma vez ao grande ecrã, agora pelas mãos de John Favreau. A história é bem conhecida de todos. Quando bebé, Mogli (Neel Sethi) é abandonado na selva e acaba por ser criado no meio de lobos, protegido pela mãe loba Raksha (Lupita Nyong’o). O ameaçador tigre Shere Khan (Idris Elba) descobre que um humano habita entre si, e Mogli começa a inquietar muitos e sem querer põe em causa o bem estar da selva. Aconselhado pelo amigo Baguera (Ben Kingsley) concorda em partir para a aldeia próxima. Eis quando conhece o urso Balu (Bill Murray) que lhe ensina a sua filosofia de vida relaxada, sem preocupações, apenas desfrutando dos prazeres da selva, acordando ficar consigo só até ao fim do Verão. Ao longo desta jornada, Mogli conhece criaturas com as quais nunca se tinha cruzado, como a hipnotizante cobra Kaa (Scarlett Johanssen) ou o orangotango Louie (Christopher Walken). Com todos irá crescer e aprender o verdadeiro sentido da vida, do amor e da amizade.

Ao contrario daquilo que o trailer faz parecer, esta é daquelas obras a que podemos chamar um regalo visual. Com uma execução detalhada e bastante realista, a selva parece realmente um lugar de verdade e a aventura de Mogli cativa a pouco e pouco, prendendo cada vez mais a nossa atenção. À medida que se vai desenvolvendo, acompanhamos com encanto a história, e mesmo para os que já a conhecem, é como se da primeira vez se tratasse. O casting de vocês é absolutamente perfeito, dando destaque a Bill Murray que parece ter nascido para dar voz a Balu! A verdadeira revelação de todas é a interpretação fantástica do pequeno Neel Sethi, com a sua atitude adorável, uma mistura de ternura, bravura e graça, pois também é ele que nos proporciona alguns dos melhores e mais engraçados momentos do filme.

O Livro da Selva tinha tudo para ser um desastre, mas acaba por se tornar no melhor live-action desta recente onda da Disney. Um filme para todas as idades, que irá encantar tanto os que o descobrem pela primeira vez, como os que cresceram a ver a animação.

Review overview

Summary

Uma adorável adaptação que proporciona uma calorosa experiência nostálgica.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *