Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

John Williams e a música de Star Wars

Se há filmes em que o som e a imagem andam abraçados do princípio ao fim são, seguramente, os filmes cuja banda sonora é composta por John Williams.

 

De facto não dá para dissociar: quando nos pedem para cantarolarmos um tema de um filme vem logo à cabeça alguma coisa composta por John Williams. No meu caso é a Marcha de Indiana Jones, que até é o meu toque de despertar. E de certeza que qualquer fã da saga sabe o tema de Star Wars ou a assustadora Marcha Imperial.

John Towner Williams nasceu em 8 de Fevereiro de 1932 em New York. Quando a família se mudou para Los Angeles, e ele entrou para a Universidade da Califórnia, começou a ter aulas privadas de música.

Depois de estudar música na famosa Juilliard e na Eastman School of Music, Williams começa a trabalhar nos estúdios como pianista, para bandas sonoras de compositores como Jerry Goldsmith, Elmer Bernstein ou Henry Mancini. A série Peter Gunn (1958) e filmes como Some Like it Hot, The Apartment ou To Kill a Mockingbird, tiveram a participação de Williams.

A sua primeira composição (não creditada) para um filme acontece em 1958 com um série B, Daddy-O, e o seu nome apareceria 2 anos depois no filme Because They’re Young, de Paul Wendkos. O seu estilo, descrito como neorromântico, inspirado nos estilos de Tchaikovsky e Wagner, depressa teve reconhecimento e depois de uma primeira nomeação ao Oscar em 1968 (Valley of the Dolls), arrecada a primeira estatueta com a adaptação do musical Fiddler on the Roof, em 1972.

in Take 41 – Leia aqui o artigo completo

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *