Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Jogo Perigoso . por Hélder Almeida

Um casal decide passar um fim-de-semana a sós na sua casa no meio do bosque. Quando entram num jogo erótico que acaba em discussão, ele tem um ataque cardíaco e a sua esposa, algemada à cama, entra numa luta pela sua sobrevivência.
Mike Flanagan já provou ser um nome a ter em conta no recente cinema de terror americano, depois dos muito competentes Oculus e Hush – Silêncio. Agora com este Jogo Perigoso, Flanagan adapta uma novela de Stephen King e consegue criar um das melhores adaptações do autor. Flanagan tem aqui um filme passado, na sua grande parte, na referida casa, com apenas duas personagens. Carla Gugino é a protagonista de serviço e rouba todas as atenções, num trabalho memorável, talvez o melhor da sua carreira. Bruce Greenwood é o marido falecido e também consegue ter o seu devido tempo de antena, num jogo de tensão e suspense, bem orquestrados por Flanagan e pelo seu argumento, sempre auxiliado pelo excelente trabalho dos actores.
Jogo Perigoso surge num ano em que Stephen King voltou a ficar na moda. Apesar de poder passar despercebido, acaba por ser um grande surpresa, numa das melhores adaptações do autor, consolidando o talento de Gugino e confirmando que Flanagan continua a ser um nome a ter em conta. A descobrir.

Review overview

Summary

Tenso e cheio de suspense, Jogo Perigoso é uma excelente adaptação de Stephen King e com um excelente trabalho por parte de Carla Gugino e do realizador Mike Flanagan.

Ratings in depth

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
4 10 muito bom

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,