Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Som e Cinema

Som e Cinema© by Marco Laureano

A audição foi o segundo e em conjunto com a visão o único sentido aproveitado de forma regular pelo cinema e se dele faz parte desde o início, sempre teve, mesmo entre grandes realizadores quem a considerasse de menor importância ou até mesmo nocivo a esta forma de arte.

 

Toda a linguagem que usamos em relação a um filme é visual: “ver” o filme. Ninguém vai ao cinema para ‘ouvir’ o filme. Se for para isso o rádio serve para o efeito.

Assistir a um filme seria o termo mais correcto. No entanto, para o grande público o som do filme resume-se no máximo aos CD designados de ‘banda sonora’/’soundtrack’ que para as lojas são atirados. Esses CD contém muitas vezes um par de músicas que reconhecemos e uma série delas que nem nos lembramos, podendo chegar à situação de nem terem sido utilizadas nos filmes. Em algumas situações extremas CD são vendidos com a indicação das músicas serem inspiradas pelos filmes.

E se eu disser que o som de um filme altera por completo a sua percepção visual do mesmo?

Façam a experiência: o próximo filme que tiverem para assistir, façam-no duas vezes: a primeira sem som, apenas com as legendas. Analisem o que viram. A segunda de forma normal. Apontem as diferenças.

Marco Laureano
Formador

(www.cursogeraldecinema.com)

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,