Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

A Missão . por Hélder Almeida

mau

Walter Hill foi, em tempos, um realizador aclamado, com obras que se tornariam clássicos como Os Guerreiros e 48 Horas. No entanto, os últimos anos não têm sido simpáticos com o cineasta, cada vez mais afastado de Hollywood. Tivemos o relativamente básico Bala Certeira, com Sylvester Stallone e que foi alvo de várias alterações por parte do estúdio, e agora este A Missão, filme de acção que segue um criminoso que, depois de se envolver com as pessoas erradsd, sofre as consequências, ao ser alvo de uma cirurgia que o transforma numa mulher.

A ideia de Hill é bastante clara: fazer homenagem aos filmes série B, com um teor mais exploitation, num revenge movie cheii de boas intenções. Hill pega na canastrona Michelle Rodriguez e em Sigourney Weaver para liderarem o elenco. No entanto, apesar de momentos interessantes e cheio de boas intenções, A Missão acaba por entrar dentro do grupo dos trabalhos mais fracos do realizador. Rodriguez faz o que pode mas, verdade seja dita, o seu talento é limitado, e Weaver não se esforça muito. Talvez seja tudo intencional, considerando a ideia de Hill homenagear este cinema.

A Missão é um filme de acção competente em alguns aspectos (a homenagem, alguns momentos de acção), fraco noutros (algumas interpretações, opções na realização) e poderá conseguir ganhar um estatuto de culto daqui a uns anos, merecedor de uma segunda oportunidade daqui a uns tempos.

Resumo da crítica

Summary

Classificação

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
2 10 mau

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,