Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Má Vizinhança 2

de Nicholas Stoller

bom

As sequelas em geral (acima de tudo sequelas de comédia) têm tendência a perder qualidade e impacto. Tal como outras, Má Vizinhança 2 surge depois do sucesso do primeiro filme, Má Vizinhança em 2014, e tendo em conta a premissa os resultados não seriam promissores. A verdade é que se revela minimamente satisfatória.

 

Mac (Seth Rogen) e Kelly (Rose Byrne) são um casal feliz e encontram-se agora numa nova fase das suas vidas, são pais. Com mais uma criança a caminho, decidem mudar para uma casa maior. Assim que um casal se interessa pela compra da sua velha casa, ficam sujeitos a um regime de 30 dias sob visitas dos compradores, algo que serve para comprovar se a casa e a vizinhança está de acordo com aquilo que pretendem. Quando menos esperam, e depois de já se terem livrado da fraternidade universitária que residia ao lado, uma nova irmandade denominada Kappa Nu, liderada por Shelby (Chloë Grace Moretz), estabelece-se novamente na área. Para impedir que as raparigas façam algo que comprometa a compra da casa, Mac e Kelly terão de fazer de tudo para que nada espante os compradores e para a elaboração de todas as estratégias contarão a ajuda de um experiente na matéria, o velho amigo Teddy (Zac Efron) que se junta a eles para por fim à irmandade.

 

Aqui temos a mesma estrutura, uma história, situações e piadas semelhantes, mas que apesar de ser apenas uma reciclagem do primeiro filme, a verdade é que as coisas resultam. A introdução de novos personagens pouco ou nada vem adicionar ao que já vimos anteriormente, mas tanto Chloë Grace Moretz como o resto do jovem elenco acabam por transmitir uma mensagem positiva acerca da diferença de géneros e da forma como os jovens hoje em dia, abordam o lado boémio da vida universitária. As piadas não são as mais originais, mas principalmente Seth Rogen, consegue proporcionar-nos boas gargalhadas, à sua maneira, que por si só já é bastante engraçada. Rose Byrne continua implacável, continuando a fazer um par divertidissimo com Rogen, e começa a afirmar-se cada vez mais, como uma das melhores no género.

 

Energético e divertido, Má Vizinhança 2 é um daqueles filmes que podemos desfrutar sabendo que não devemos exigir muito dele. Não é certamente dos piores que por aí tem aparecido ultimamente.

Resumo da crítica

Summary

Energético e divertido, Má Vizinhança 2 é um daqueles filmes que podemos desfrutar sabendo que não devemos exigir muito dele.

Classificação

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
3 10 bom

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *