Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

LEGO Batman: O Filme | Arlequina . Entrevista a Mafalda Luís de Castro

LEGO Batman: O Filme

Na semana em que estreia Lego Batman: O Filme a Take falou em exclusivo com alguns dos atores portugueses que emprestam as vozes aos heróis e vilões de mais um capítulo do promissor franchise da famosa marca de blocos de construção.
Mafalda Luís de Castro é a voz de Arlequina.


Já era fã de Lego antes de participar nas dobragens de Lego Batman: O Filme?

Eu lembro-me de quando era pequenina brincar com Legos, mas nada desta loucura que se passa agora. Claro que não é propriamente a brincadeira mais feminina, portanto não era a minha brincadeira preferida.

Era uma construtora, dando largas à imaginação ou gostava de seguir as instruções à letra?

Não, por acaso lembro-me de gostar de fazer as minhas próprias criações, basicamente eram casinhas e pouco mais (risos).

LEGO Batman: O Filme

Surpreendeu-a o sucesso d’O Filme Lego original?

Por acaso não tenho muito a ideia disso porque nem sequer cheguei a ver.

Que características da Mafalda é que a levaram a interpretar a Arlequina?

Bom, o que me levou a interpretar… não foi bem assim porque não foi por causa das minhas características. Mas o que é que eu posso ter dado à Arlequina? Um bocadinho da minha loucura e da minha rebeldia porque a Arlequina é assim uma vilã muito louca, mas também muito doce… doce, quer dizer, é uma forma de ironia.

A Arlequina não é uma personagem usada nos filmes que já conhecemos, mas se pudesse interpretar o mesmo papel noutra encarnação do Batman que estilo preferia: o colorido da série televisiva dos anos sessenta, o gótico do Tim Burton do final da década de oitenta ou a abordagem mais verosímil do Christopher Nolan do século XXI?

Muito possivelmente escolhia um Tim Burton. Acho que sim… (risos).

Mesmo nesta reinterpretação da personagem pelo prisma da Lego o Batman é uma figura trágica e solitária. Lego Batman: O Filme acaba por ser sobre a sua descoberta de que precisa de se rodear de amigos. Como é que esta viagem emocional informou a sua abordagem ao personagem que interpreta?

Bom, a Arlequina, nesse aspeto, não entra assim tanto para poder fazer mais parte desse conceito.

LEGO Batman: O Filme

É verdade, não está no grupo central de personagens. Mas então sendo um papel um pouco mais secundário, permite alguma interação com os outros atores na gravação das vozes?

Não, nós gravamos sempre todos individualmente. Mesmo que a personagem seja principal, ou secundária, gravamos sempre, em qualquer filme, individualmente. Por vezes pode acontecer gravarmos três ao mesmo tempo, mas não são vozes distinguidas, são sempre vozes lá atrás.

Qual a importância do trabalho de voz da atriz original na sua reinterpretação em português? Há liberdade criativa para levar as vocalizações para outras soluções diferentes das originais?

Eu penso que há um bocadinho mais de liberdade nas vozes adicionais. Nas vozes mais principais é sempre bom arranjarmos um timbre parecido, porque não é por acaso que no original escolhem um certo tipo de timbre para certo tipo de personagem. Portanto, nas personagens principais escolhem vozes parecidas, nas outras não é tão rígido.

Além de ser altamente satisfatório para qualquer fã de Lego, Lego Batman: O Filme está recheado de referências ao universo da banda desenhada da DC Comics. Quais os motivos de atração do filme para quem não é muito conhecedor de nenhum destes universos?

Os ingredientes… eu acho, daquilo que pude ver… é muita maluqueira o que este filme nos traz. E eu acho que é tão engraçado, tecnicamente, esta coisa de pormos Legos em personagens, que eu acho adorável. Portanto acho que é por aí.

LEGO Batman: O Filme

 LEGO Batman: O Filme – Estreia a 16 Fevereiro

#LEGOBatmanFilme


+ info:

http://www.legobatman.com/

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *