Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

LEGO Batman: O Filme | Robin . Entrevista a André Raimundo

LEGO Batman: O Filme

Na semana em que estreia Lego Batman: O Filme a Take falou em exclusivo com alguns dos atores portugueses que emprestam as vozes aos heróis e vilões de mais um capítulo do promissor franchise da famosa marca de blocos de construção.
André Raimundo é a voz de Robin / Dick Grayson
.


Já era fã de Lego antes de participar nas dobragens de Lego Batman: O Filme?

Acho que o Lego acaba por ser sempre… acabamos por, desde pequenos, ser fãs do Lego. Eu, principalmente, desde pequeno brinquei sempre com o Lego, e aliás, tenho lá em casa caixas e caixas de Lego. Só não continuo a brincar porque já não tenho tempo e fica um bocado mal (risos). Mas sim, o universo Lego sempre fez parte da minha infância, e acaba por ser uma coisa que há de passar para os meus filhos… o Lego tem essa vantagem, essa lenda de ser intemporal.

 

Era um construtor, dando largas à imaginação ou gostava de seguir as instruções à letra?

Eu nunca seguia as instruções, aliás, quando comprava os kits era daqueles que nem sequer montava o kit, simplesmente queria aproveitar as peças para fazer as minhas próprias criações.

LEGO Batman: O Filme

Surpreendeu-a o sucesso d’O Filme Lego original?

Eu não tive oportunidade de ver o primeiro filme, pelo menos na versão portuguesa, na versão dobrada. Vi a versão original e achei que estava fantástico também. Não só ao nível da animação, que achei bastante interessante, como também a nível de piadas. Quer dizer, é um filme que está super bem construído. E o facto, também, de envolver uma série de personagens de diversos universos – neste aqui (o Lego Batman: O Filme) um bocadinho mais específico. O filme anterior, então, estava demais.

 

Que características do André é que o levaram a interpretar o Robin?

As características do André… as características do André acabam por ser sempre muito poucas porque nós temos de encarnar a personagem, temos de agarrar a personagem. É óbvio que acabamos sempre por dar um bocadinho de nós, damos sempre o nosso toque, mas o facto de ele ser muito energético, acaba por ser sempre super engraçado. E depois, desde ele ser mega ingénuo, a se meter em montes de alhadas durante o filme… acabamos sempre por nos rir. E isso acaba também por se refletir na personagem.

 

Se pudesse interpretar o mesmo papel noutra encarnação do Batman que estilo preferia: o colorido da série televisiva dos anos sessenta, o gótico do Tim Burton do final da década de oitenta ou a abordagem mais verosímil do Christopher Nolan do século XXI?

Eu, a nível de comics, estou um bocado fora dos universos. Eu sei que este Robin, especialmente, sendo criança, sendo o filho adotivo do Bruce Wayne, foge sempre um bocado ao que estava escrito. E especialmente nesta versão Lego achei super engraçado. Em relação às antigas versões, sinceramente, estou um bocado fora do assunto (risos).

LEGO Batman: O Filme

Há alguma liberdade para desviar da voz original ou ela serve como a inspiração principal?

Sim, temos sempre esse trabalho. Desde quem idealizou o filme, até ao realizador, escolheu o ator para aquela personagem, portanto a gente tem sempre de seguir alguns parâmetros baseados no que é o original. No original sei que foi o Michael Cera, portanto, é também uma pessoa um bocadinho mais velha do que eu, apesar de eu fazer uma voz muito parecida à que ele faz. A nossa base tem de ser sempre o original. É óbvio que depois arranjamos um registo que seja confortável para nós, e a nível de energia acabamos também por dar um bocadinho de nós.

Além de ser altamente satisfatório para qualquer fã de Lego, Lego Batman: O Filme está recheado de referências ao universo da banda desenhada da DC Comics. Quais os motivos de atração do filme para quem não é muito conhecedor de nenhum destes universos?

Eu acho que esta foi uma muito boa jogada precisamente por isso, porque mesmo que não se seja fã do universo DC ou do universo dos Comics… independentemente de se ser fã de DC ou fã de Lego há um bom equilíbrio, ou seja, seja o pai que gosta de DC, ou mesmo o pai que não gosta de DC mas o filho gosta de Lego, eles vão ter curiosidade em ir ver o filme. E eu acho que foi uma aposta muito boa nesse sentido, portanto acho que consegue ir buscar o melhor de dois targets.

LEGO Batman: O Filme

 LEGO Batman: O Filme – Estreia a 16 Fevereiro

#LEGOBatmanFilme


+ info:

http://www.legobatman.com/

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *