Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Dia da Independência (1996)

de Roland Emmerich

bom

Estamos em 1996. Várias naves extra-terrestres começam a colocar-se em locais estratégicos ao longo do Planeta Terra. Quando a população está em dúvida sobre as verdadeiras intenções destes visitantes, o ataque começa, destruindo grande parte da população mundial. E assim começa a luta pela sobrevivência humana.

 

Realizado por Roland Emmerich e co-escrito por Dean Devlin, Dia da Independência poderá ser visto como o filme série B mais caro de sempre. Com elementos da ficção científica americana dos anos 50, Emmerich cria um filme-catástrofe misturado com o velho tema da invasão alienígena, numa aventura que tem, pelo meio, o espírito das produções do género. Mesmo com os clichés do costume (tanto deste tipo de F.C. como também dos filmes-catástrofe) e mesmo com o exagero do patriotismo americano que surge ao longo do filme (a título de curiosidade, Emmerich é alemão…), a verdade é que, apesar dos seus defeitos e de um segundo acto algo arrastado, a obra de Emmerich acaba por ser um entretenimento bastante competente e divertido, revelando ser um blockbuster bem conseguido para a altura. Will Smith, Bill Pullman e o sempre grande Jeff Goldblum são os protragonistas desta super-produção de Emmerich e fazem o que lhes é pedido.

Dia da Independência acabou por se tornar num dos maiores sucessos comerciais de sempre e lançou definitivamente a carreira de Roland Emmerich em Hollywood (para o bem e para o mal). Para trás fica um produto típico dos anos 90 que, curiosamente, passados 20 anos, ainda tem o seu valor de entretenimento e é ainda bastante competente.

Resumo da crítica

Summary

Divertido e competente, Dia da Independência é um blockbuster que serve de homenagem aos séries B dos anos 50.

Classificação

  • Argumento
  • Interpretação
  • Produção
  • Realização
3 10 bom

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *