Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

CineConchas 2016 | Entrevista

CineConchas 2016

O CineConhas regressa, de 30 Junho a 16 Julho de 2016, à Quinta das Conchas em Lisboa. Ana Barata dá-nos algumas respostas sobre o que será a 9.ª edição da mostra.

 

O que é o CineConchas?
O CineConchas é uma mostra de cinema ao ar livre que decorre no jardim público da Quinta das Conchas, ao Lumiar, nos meses de Junho/Julho, com sessões às quintas, sextas e sábados. Pretende mostrar cinema de qualidade, apresentando uma programação eclética, diversificada em géneros e estilos cinematográficos, e exibindo filmes de várias nacionalidades. Incentiva o gosto pelo Cinema e promove a fruição do espaço público como ponto de encontro e espaço de lazer.
O CineConchas é promovido e organizado pelo Centro Social da Musgueira e conta com a parceria da EGEAC. Em 2016 concretiza a sua 9ª edição, que decorre de 30 de Junho a 16 de Julho.

 

Como surgiu a ideia?
O CineConchas surge em 2008 como forma de dar resposta a necessidades do território de actuação do Centro Social da Musgueira. Por um lado, o CineConchas teve o propósito de criar um evento que permitisse a aproximação e o convívio entre as diferentes populações que integravam um recente projecto urbanístico da zona norte da cidade, a Alta de Lisboa; por outro, surge como uma tentativa de criar uma proposta cultural de qualidade para aquela zona, uma vez que esta era inexistente. Os espaços verdes recentemente recuperados da Quinta das Conchas constituíram o marco ideal para concretizar a ideia, incentivando, simultaneamente, a fruição dos jardins, a realização de actividades ao ar livre, promovendo a participação e o convívio de todos.
A Alta de Lisboa reuniu pessoas com características e interesses muito diferentes numa mesma área geográfica. O CineConchas reuniu-as à volta de um interesse comum: o Cinema. Começou por ser um projecto local, dirigido aos moradores da Alta de Lisboa, mas rapidamente atraiu espectadores de outras zonas de Lisboa. A iniciativa foi integrada na programação das Festas de Lisboa desde a sua primeira edição e, pouco tempo depois, o público do CineConchas já era oriundo de todas as freguesias da cidade.

 

Há quanto tempo trabalham nesta 9.ª edição?
Cada edição do CineConchas começa a ser preparada com vários meses de antecedência. É preciso pensar e definir a programação, contactar as distribuidoras e obter as licenças dos filmes, conseguir os patrocinadores e apoios necessários para a concretização do CineConchas, tratar dos licenciamentos, das questões de segurança, garantir a projecção e assegurar todos os aspectos logísticos, que são muitos. Há ainda que criar uma imagem para a edição de cada ano, pensar e adaptar a divulgação da iniciativa em diferentes suportes e cuidar da Comunicação, antes e durante o evento, e da interacção com o público nos meios digitais e no local. Para que tudo isto seja possível, é necessário escolher a Equipa certa. Para todas e cada uma destas tarefas. O CineConchas 2016 está a ser preparado há cerca de 7 ou 8 meses. Na verdade, assim que termina uma edição, começamos logo a pensar a próxima.

 

Quais são as expectativas?
As expectativas para esta 9ª edição são as de que o CineConchas continue a ser uma experiência do agrado das pessoas, alimentando o gosto pelo Cinema de vários cantos do Mundo, diversificado e de qualidade, e que continue a contribuir para dissipar alguns preconceitos relativamente a alguns estilos cinematográficos ou a determinadas produções. Temos ainda a expectativa de que todos saibam apreciar a magia do cinema ao ar livre, vivida no colectivo, no magnífico jardim da Quinta das Conchas. Que saibam aproveitar o convívio. É um privilégio!

 

Qual o critério para a selecção dos filmes a exibir?
O CineConchas não quer deixar ninguém de fora. Tenta chegar a todos, ora propondo cinema de autor, ora apresentando filmes de grandes públicos ou filmes de animação para delícia dos mais novos. Alterna vários géneros e estilos cinematográficos, e quer mostrar um bocadinho do cinema que se faz pelo Mundo fora… No CineConchas é possível ver cinema europeu, americano, mas também sul-americano, asiático e do Médio Oriente. Ao longo das várias edições, sentimos que ajudámos a quebrar alguns estereótipos e vemos isso como muito positivo. Os espectadores descobrem que afinal… até gostam de cinema que pensavam não gostar. Para o CineConchas 2016, escolhemos um filme turco, um iraniano, um espanhol e um irlandês, para além de cinema americano, e acreditamos que, à semelhança dos outros anos, estas propostas serão bem acolhidas. Até há pouco tempo, também alternávamos a exibição de filmes mais antigos ou clássicos com outros mais recentes. Com a preponderância do cinema digital e o desaparecimento do cinema em 35 mm, razões técnicas passaram a condicionar a selecção dos filmes. Tentamos, isso sim, que as nossas escolhas tenham um denominador comum: que sejam filmes de qualidade.

 

O espaço do evento é magnífico, como reagem os espectadores do CineConchas?
Gostam muito. O CineConchas tem tido a particularidade de dar a conhecer o jardim da Quinta das Conchas a muitos lisboetas. Apesar de constituir a segunda maior mancha verde da cidade, logo a seguir a Monsanto, não é ainda um parque conhecido por todos. Os espectadores do CineConchas têm a oportunidade de descobrir os seus encantos e têm sabido aproveitar o espaço da melhor forma. Há quem faça pic-nics antes ou durante o filme, quem veja o filme deitado numa mantinha na relva… são formas diferentes de usufruir do jardim e de juntar os amigos. Os grandes relvados e as árvores que aconchegam o ecrã acabam por ter o seu quê de bucólico e de mágico.

 

Quantas pessoas esperam receber este ano?
Esperamos aproximar-nos do número de espectadores do ano passado, que foram muitos (cerca de 26.900 em 9 sessões). No entanto, estamos em ano de Europeu de Futebol e Portugal está a jogar a fase final. Este e outros acontecimentos na cidade, constituem opções para os lisboetas. Nós recomendamos o CineConchas, claro!

 

Quais os maiores desafios na organização do CineConchas?
Tudo é desafiante, mas destacaria dois. Um dos maiores desafios da organização é o de chegar a uma proposta de programação diversificada e de qualidade que consiga chamar a atenção de vários públicos. Outro, é o de conseguir, junto da Sociedade Civil, os patrocínios e apoios necessários para tornar o CineConchas possível. O CineConchas é um evento gratuito e assim queremos que continue a ser para que possa ser acessível a todos. No entanto, não tem receitas mas tem despesas. O CineConchas só é possível graças a muitos contributos e esforços de quem nos apoia, com patrocínios ou com a oferta de serviços. Mas isto também o torna num acontecimento participado, vivido e querido por todos, e é igualmente um traço distintivo da iniciativa. Temos uma enorme gratidão por todos os nossos parceiros e a vontade de não os defraudar é também para nós, uma enorme responsabilidade.

 

Já estão a trabalhar em ideias para a 10.ª edição?
Podem revelar alguma? Já temos algumas ideias, mas ainda é cedo para as revelar.

 

Querem deixar alguma palavra aos leitores da Take?
Venham ao CineConchas! Estamos à vossa espera, às quintas, sextas e sábados, até dia 16 de Julho, no sítio do costume!

 

O CineConchas é organizado pelo Centro Social da Musgueira (www.csmusgueira.org ) em parceria com a EGEAC (www.egeac.pt) e integra o programa oficial das Festas de Lisboa (www.festasdelisboa.com).


Informação fornecida por: Centro Social da Musgueira

+ info:
cineconchas.pt
facebook.com/cineconchas/

Na foto: Ana Barata (ao centro), directora geral do Cendro Social da Musgueira, acompanhada pela equipa CineConchas 2016

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *