Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

Bleed for This – A Força de um Campeão

de Ben Younger

bom

Um dos maiores comeback’s da história do desporto, sem dúvida! Um dos melhores filmes sobre comeback’s do desporto, nem por isso. Bleed for This – A Força de um Campeão nunca consegue transmitir a mesma grandeza da história real em que se inspira, perdendo-se por vezes em pormenores que muitas vezes pouco interessam dando pouco espaço aos actores para brilhar.

 

Vinny Pazienza (Miles Teller) é um reconhecido campeão de box italio-americano, conhecido como o Diabo da Pazmania, pois ao longo da carreira foi ganhando reputação pela quantidade de vitórias, na sua maioria consecutivas, entre os anos de 1983 e 1987. Despreocupado das exigências e todos os outros aspectos relevantes do desporto, Vinny gosta de noitadas, jogo e pouco se importa com a vida saudável que qualquer desportista tem de levar a sério. Gosta apenas de lutar e isso é a sua maior motivação de vida. Depois de um grave acidente de viação que quase o paralisou Vinny percebe que afinal dá muito mais valor ao box do que aquilo que pensa e decide motivar-se a si próprio contrariando todos os que afirmavam que nunca mais voltaria a lutar, ao recuperar totalmente voltando aos combates em grande forma, transformando-se numa lenda viva do desporto mundial.

 

O problema é que nunca chegamos a sentir a verdadeira força deste drama real. Bleed for This quer fugir ao clássico sports biopic, mas acaba por não escapar muito do que muitas vezes vimos dentro do género, falhando no que toca à força motivacional quando demonstrada através do poder das imagens e que quando comparado com outros que vimos mais recentemente – como por exemplo Creed, de Ryan Coogler – perde na repetição de ideias, discurso e até comportamentos dos personagens. Este é definitivamente o filme de Aaron Eckhart, que brilha aqui de uma forma numa antes vista, surpreendendo tudo e todos com uma interpretação exigente não só do ponto de vista físico como emocional e mesmo assim é estranho sentir que nem tudo funciona bem na relação do seu personagem com o de Miles Teller, que não se sai mal, mas que não chega a impressionar de forma estonteante como já nos mostrou anteriormente. Uma história sem dúvida alguma impressionante, mas que cativa mais quando chegamos ao final, muito por culpa de uma cena final super bem conduzida por Miles Teller e o seu talento como actor, assim como quando nos deparamos com as imagens reais de pessoas e situações.

 

Faltando lhe a garra e a profundidade necessárias, Bleed for This tem muito de superficial, não conseguindo ser muito mais que um feel good movie que outra coisa.

 

Resumo da crítica

Summary

Arriscando muito pouco e com fraco desenvolvimento de personagens, não dá espaço aos actores para brilhar verdadeiramente.

Comentários

Share, , Google Plus, Pinterest,

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *