Marco Laureano

Marco Laureano

  • Posts: 7
  • Comments: 0
  • Since:
  • Música no Cinema: Entrevista a Jorge Moniz

    Posted in:

    Música no cinema – Entrevista a Jorge Moniz

    Jorge Moniz está a terminar o doutoramento em artes na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa desenvolvendo o tema da significação musical no cinema. Músico ligado a várias áreas com incidência no Jazz, tem na sua discografia obras como “Inquietações” ou “Deambulações” e responsável pela criação da música de alguns filmes, falou com a […]

    Read more

  • O Realizador e a Realidade

    Posted in:

    O Realizador e a Realidade

    O realizador está muitas vezes preso. Seja pela necessidade de repetir códigos convencionados ou pela sua incapacidade de se expressar de outra forma. No entanto ele deve essencialmente estar comprometido com a sua percepção da realidade.   Muitos factores há que promovem essa prisão: muitas vezes os programas de ensino formatam os alunos de cinema […]

    Read more

  • O Som da Ditadura da História

    Posted in:

    O Som na Ditadura da História

    Desde a industrialização do cinema sonoro em 1927 que num filme a realidade de um som é sempre certificada pela sua sincronização com um elemento dentro do campo visual. Tal acabava por ser necessário para criar um efeito de verosimilhança no espectador ao adaptar uma nova forma de expressão (o som) a algo já existente […]

    Read more

  • Realização: Um Trabalho por Objectivos

    Posted in:

    Realização: Um Trabalho por Objectivos

    “Acção”. A partir daqui e até ao “Corta”, a vontade do realizador é teoricamente soberana. Em alguns realizadores isto foi sempre um pouco mais verdade que em outros. Porquê? Porque o cinema é arte e é indústria. É criatividade e material. Balança entre cada objecto ser mais ou menos único e mesmo assim tão genérico […]

    Read more

  • Som e Cinema

    Posted in:

    Som e Cinema

    A audição foi o segundo e em conjunto com a visão o único sentido aproveitado de forma regular pelo cinema e se dele faz parte desde o início, sempre teve, mesmo entre grandes realizadores quem a considerasse de menor importância ou até mesmo nocivo a esta forma de arte.   Toda a linguagem que usamos […]

    Read more